Boa noite Dourado, quarta 12 de dezembro de 2018

Buscar
Notícias

Cidade - Quarta-feira, 30 de Agosto de 2017



A Cerveja Tempo nasceu em Dourado e, entre os seus ingredientes, estão: o carinho, a dedicação e o amor com o produto finalizado


A Cerveja Tempo nasceu em Dourado e, entre os seus ingredientes, estão: o carinho, a dedicação e o amor com o produto finalizado
A Cerveja Tempo nasceu em Dourado e, entre os seus ingredientes, estão: o carinho, a dedicação e o amor com o produto finalizado
A Cerveja Tempo nasceu em Dourado e, entre os seus ingredientes, estão: o carinho, a dedicação e o amor com o produto finalizado
A Cerveja Tempo nasceu em Dourado e, entre os seus ingredientes, estão: o carinho, a dedicação e o amor com o produto finalizado
A Cerveja Tempo nasceu em Dourado e, entre os seus ingredientes, estão: o carinho, a dedicação e o amor com o produto finalizado
A Cerveja Tempo nasceu em Dourado e, entre os seus ingredientes, estão: o carinho, a dedicação e o amor com o produto finalizado
A Cerveja Tempo nasceu em Dourado e, entre os seus ingredientes, estão: o carinho, a dedicação e o amor com o produto finalizado
A Cerveja Tempo nasceu em Dourado e, entre os seus ingredientes, estão: o carinho, a dedicação e o amor com o produto finalizado

Por Sergio Ronco

 

Há alguns meses atrás tive a informação de que um douradense estava produzindo de forma artesanal em sua residência uma cerveja. Coincidentemente havia assistido uma matéria na Globo News que falava exatamente da produção das cervejas artesanais. Pude perceber que diferentemente do que pensava, não é tão simples produzir uma bebida fina e saborosa sem passar por uma série de cuidados e detalhes que fazem a diferença. Chegar a um ponto de equilíbrio que vai desde a escolha certa da matéria prima, moagem de grãos, fermentação e equipamentos utilizados é fundamental.

Não se produz uma bebida artesanal, se os ingredientes e toda matéria prima não for essencialmente de qualidade. Conversei com alguns apreciadores de cerveja que tiveram a oportunidade em conhecer e saborear a "Tempo". Foi unanimidade na avaliação de que a bebida é realmente de alta qualidade. 

Para chegar nesse estágio, o qual demandou em um bom "TEMPO", o douradense meticuloso e detalhista está apresentando o produto final, a Cerveja TEMPO. O amor pela cidade onde nasceu, Dourado, está representado pela Locomotiva nº 1 da antiga douradense.

O douradense a quem me refiro é o José Renato Munhoz. Conhecia a fama do "Zé Renato", bem preparado nos estudos, inteligente, educado e prestativo. Essas qualidades são de perfil de um cidadão de muito orgulho para a família e para os amigos. 

Tive a informação de que o Zé Renato tinha um hobby, a de cervejeiro. Em posse dessa informação, convidei o amigo e compadre Dudu Verillo e juntos, partimos ao encontro do Zé Renato em sua residência.  Fomos bem recebidos, pelo Zé Renato e a Rose (esposa) que nos fizeram uma rápida apresentação do produto de fabricação artesanal, a Cerveja Tempo. Lembro que nos serviram dois tipos fabricados, uma escura e outra clara.  De cara sentimos que se tratava de algo diferente do que estávamos acostumados a saborear. Conclusão, naquele dia, levamos para casa o estoque que o Zé Renato guardava em refrigeração.

 

O relato abaixo é do próprio José Renato Munhoz

 

A História da Cerveja Tempo

Acho melhor iniciar a narrar sobre minha história com a cerveja TEMPO com um pouco de como eu construí meu conhecimento acadêmico e profissional.

Tenho minha maior parte de minha formação acadêmica na UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), onde me graduei em Engenharia de Produção Química, que me habitou a obter meu CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura) e CRQ (Conselho Regional de Química). Dando sequência, ainda na UFSCar, fiz meus Mestrado e Doutorado em Engenharia de Produção na área de Gestão da Produção. Fiz também uma Especialização em Administração de Empresas pela FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado) e, finalmente, obtive Certificação CPIM-APICS (Certified in Production and Inventory Management) no período que morei e trabalhei na Bélgica (falo desse ponto mais adiante), que é uma Certificação para Gerenciamento da Produção e Inventário. Fiz também curso em Cerveja Artesanal e muitos anos de estudo como autodidata sobre o mundo da cerveja.

Entendo que de minha vida acadêmica muito me veio conhecimentos técnicos e de gestão para ingressar no setor da cerveja, somando que durante o período de graduação veio o contato com a prática da fabricação da cerveja pelas várias visitas a empresas produtoras de cerveja.

Indo agora para minha vida profissional, o que tenho a dizer é que tenho quase 30 anos de atividade no mercado de trabalho, sempre na indústria de produção de suco de laranja, que muito tem em comum com o setor cervejeiro, ambos pertencem ao agronegócio, inclusive visitei muitas industrias desse setor, tal como a AMBEV.

Participei da construção e partida (startup) de uma fábrica de suco de laranja, fui responsável pelo processo desde a entrada da laranja na fábrica, até a expedição do suco acabado; fui responsável por processo de produção e logística de suco de laranja em Terminal Marítimo em Antuérpia na Bélgica; fui gestor de P&D (Pesquisa & Desenvolvimento) e Meio Ambiente; Planejamento de Operações e Inteligência de Mercado.

Essa minha vivência no mercado de trabalho, todo no mundo do agronegócio de bebidas, que também é o setor cervejeiro, me habilitou de forma determinante a ousar no meu sonho cervejeiro.

Uma página a parte nessa minha trajetória, foi meus 3 anos morando na Bélgica – Europa. A Bélgica está entre as produtoras das melhores cervejas do mundo, em especial as cervejas trapistas.

As cervejas trapistas são produzidas pelos monges nas abadias, as quais ficam em sua maioria na Bélgica e que, inclusive visitei muitas delas. Visitei a abadia de Westvleteren produtora da melhor cerveja do mundo.

A Bélgica tem como países vizinhos Alemanha e Inglaterra não menos famosas pelas suas cervejas.

Lá tive a oportunidade de degustar grande variedade de tipos de cerveja, a Bélgica tem mais de 100 tipos de cervejas. Quando falo em degustação, é que tenho um bom paladar e inclusive fiz parte do painel de especialistas em avaliação sensorial de suco de laranja.

Outra oportunidade de meu período morando na Bélgica, foi ter amigos que também gostavam muito de cerveja e inclusive as produziam, me passando conhecimentos sobre o assunto. Foi intensa minha vivência com cerveja na Europa.

Dentro de todo esse contexto, eu com grande vontade e prazer em aprofundar na alquimia de se desenvolver e produzir cerveja, meu filho Guilherme apoiando meu sonho e vindo comigo a também aprender e fazer cerveja, ele com uma aptidão forte em Marketing e Comércio complementando nossa necessidade para que o sonho da cerveja TEMPO fosse adiante.

Sérgio Ronco, no momento que lhe contei que estava produzindo a cerveja TEMPO, na hora se interessou e me apoiou querendo fazer uma reportagem comigo sobre o assunto. Foi o Ronco o grande responsável em me apresentar essa pessoa maravilhosa que é o Lorival Verillo, o Dudu, pessoa de muitos valores, como integridade, respeito, determinação, honestidade. O Dudu tendo o mesmo sonho veio a se juntar a mim e ao Guilherme nesse projeto da cerveja TEMPO.

E se falando em sonho, Raul Seixas já dizia “ Sonho que se sonha só é só um sonho que se sonha só, mas sonho que se sonha junto é realidade...”.

É isso, o Dudu também tinha esse sonho e qualidades empreendedoras admiráveis.

Pronto, aí está, nasce a cervejaria TEMPO com José Renato, Guilherme e Dudu.
 

Em breve a Cervejaria Tempo estará em prédio próprio ocupando uma área de aproximadamente 200m², com área para visitação e degustação.

FacebookTwitterWhatsApp

voltar para a listagem de notícias...

Telefones PúblicosTELEFONES PÚBLICOS
Prefeitura Municipal de Dourado
  • (16) 3345-9000
Departamento de Saúde
  • (16) 3345-1159
Departamento de Educação
  • (16) 3345-1519

Ver todos os telefones...

Dourado

Rua Dr. Marques Ferreira, 591 - Centro
Dourado - SP - CEP 13590-000

Website Desenvolvido porKing Page - Fábrica de Software